A revelação do diagnóstico de HIV/Aids e seus impactos psicossociais

Ângelo Souza Lobo, Maria Alice Ferreira Leal

Resumo


INTRODUÇÃO: A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é a apresentação clínica de deficiência imunológica ocasionada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). A revelação deste diagnóstico é uma comunicação que afeta profundamente a vida das pessoas envolvidas tanto profissionais quanto pacientes. OBJETIVO: Este estudo tem o objetivo de analisar a revelação do diagnóstico de HIV/Aids, considerando seus impactos psicossociais, afetivos e neurocognitivos. MÉTODOS: Para compreender o processo comunicacional foram utilizados estudos de saúde coletiva e os impactos psicológicos, foram analisados à luz dos conceitos psicanalíticos de Donald Winnicott. A metodologia é de caráter exploratório e descritivo, com abordagem mista e predomínio qualitativo. Os instrumentos de coleta dos dados foram: prontuário do paciente; entrevista semiestruturada, que cotejou etapas do Protocolo SPIKES; o Mini Exame do Estado Mental e a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão. Foi realizada a análise de conteúdo em dez entrevistas, referenciada em Laurence Bardin. RESULTADOS E CONSIDERAÇÕES FINAIS: Os resultados mostraram que a comunicação do diagnóstico apresentou diversos impactos psicossociais nos sujeitos e o acolhimento balizado pelos princípios do protocolo SPIKES demonstrou ser um excelente alicerce para a comunicação diagnóstica, principalmente, quando associado a arranjos ambientais suficientemente bons, tais como apoio familiar e acesso à informação, promovendo assim, maior adesão ao tratamento.


Palavras-chave


Adesão ao tratamento. Aspectos neurocognitivos. Comunicação de más notícias. Protocolo Spikes. Revelação do diagnóstico HIV/Aids.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v9i2.2833

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Ângelo Souza Lobo, Maria Alice Ferreira Leal

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons