Competências e formação em psicologia: diretrizes para o Sistema Único de Saúde

Ítalo Pereira Coêlho, Moema Alves Macêdo

Resumo


Este trabalho tem como objetivo a compreensão das possíveis relações existentes entre as competências apontadas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais de Psicologia com as Referências Técnicas publicadas pelo Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP). Trata-se de uma pesquisa documental, tendo como metodologia a análise do discurso. Após a leitura flutuante das referências técnicas produzidas pelo CREPOP entre janeiro de 2007 a setembro de 2019, foram selecionados quatro documentos para a pesquisa. Estes foram lidos na íntegra, realizando-se um fichamento e a construção de mapas dialógicos dos capítulos relacionados às práticas profissionais. Observou-se a existência de uma maior relação com as competências de atenção à saúde e educação permanente. As demais competências liderança, tomada de decisão e administração e gerenciamento sendo ampliadas para formas de atuação compartilhadas. Além disso, foi possível observar discursos que faziam menção a outras competências que acabavam ampliando a atuação da psicologia, mas que não são apontadas pelas diretrizes curriculares, como o trabalho com clínica ampliada, diálogo, trabalho colaborativo e ética dialógica.


Palavras-chave


Competência. Formação profissional. Psicologia. Sistema Único de Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v9i2.2794

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Ítalo Pereira Coêlho, Moema Alves Macêdo

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons