O processo de reinserção do egresso do sistema prisional no mercado de trabalho

Autores

  • Cristina Romana Marchi UNIVALI
  • Leopoldo Granza Filho UNIVALI
  • Michelly do Rocio Dellecave UNIVALI

DOI:

https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v7i2.1801

Palavras-chave:

Reinserção no trabalho, Mercado de Trabalho, Prisões

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo analisar o processo de reinserção do egresso do sistema prisional no mercado de trabalho no litoral de Santa Catarina, após o cumprimento de pena em instituições prisionais. A pesquisa é um estudo de caso de cunho qualitativo e exploratório. Foram entrevistados quatro egressos do sistema prisional e utilizado como instrumento de coleta de dados a entrevista semiestruturada, e os dados analisados através da análise de conteúdo. Os participantes da pesquisa expressaram sua percepção sobre o retorno ao mercado de trabalho, relatando dificuldade principalmente pelo preconceito relacionado ao egresso do sistema prisional, sendo que o preconceito e a discriminação estão relacionados ao tipo de crime cometido. Os entrevistados relataram o desejo de abrir sua própria empresa, cuidar de suas famílias e se manterem fora da criminalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Romana Marchi, UNIVALI

Bacharel em Psicologia.

Curso de Psicologia

Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI

Itajaí, SC, Brasil

criismarchi@hotmail.com

Leopoldo Granza Filho, UNIVALI

Bacharel em Psicologia.

Curso de Psicologia

Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI

Itajaí, SC, Brasil

leopoldogfilho@gmail.com

Michelly do Rocio Dellecave, UNIVALI

Mestre em Psicologia.

Curso de Psicologia

Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI

Itajaí, SC, Brasil

michelly@univali.br

Downloads

Publicado

2018-07-30

Como Citar

Marchi, C. R., Filho, L. G., & Dellecave, M. do R. (2018). O processo de reinserção do egresso do sistema prisional no mercado de trabalho. Revista Psicologia, Diversidade E Saúde, 7(2), 277–287. https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v7i2.1801

Edição

Seção

Artigos Originais