CONCILIANDO A LIDERANÇA E A MATERNIDADE: UM ESTUDO COM RECURSO A HISTÓRIAS DE VIDA

Catarina do Vale Brandão, Diana Gabriela Lopes

Resumo


Este estudo explora a vivência da liderança feminina e a conciliação deste papel com a maternidade. A recolha de dados aconteceu junto de quatro mulheres líderes e com filhos. Recorreuse ao método de histórias de vida, realizando-se duas entrevistas com cada participante. Os dados foram sujeitos à análise de conteúdo temática, com recurso ao NVivo11. Os resultados apontam que a liderança é assumida pelas participantes como um papel que acarreta dificuldades, sendo a conciliação entre a esfera pessoal e profissional uma dessas dificuldades, assim como o exercício da autoridade associado ao seu papel de líder. Referem ainda a existência de descriminação, ainda que não assumam que a experienciam na sua organização de trabalho. As expetativas destas líderes passam pela melhoria de condições de trabalho, desenvolvimento de competências, vontade de permanecer no cargo ou organização atual e empreender. As mulheres têm uma evidente sobrecarga a nível das tarefas domésticas e no cuidar dos filhos, sendo difícil conciliar estes papéis.

Palavras-chave


liderança feminina; maternidade; histórias de vida

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v6i4.1702

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Catarina do Vale Brandão, Diana Gabriela Lopes

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons