SIGNIFICADO E DIFICULDADES DA AMAMENTAÇÃO: REPRESENTAÇÃO SOCIAL DAS MÃES

Taís Albano Hernandes, Alessandra Nikaido Fujinami, Enrique Caetano Raimundo, Cristina Peres Cardoso, Elza de Fátima Ribeiro Higa, Carlos Alberto Lazarini

Resumo


Esta pesquisa, fundamentada na Teoria das Representações Sociais, objetivou caracterizar a representação social das mães sobre o significado do aleitamento materno e sobre os motivos de sua interrupção. Participaram 40 mães que estavam que já tinham amamentado, usuárias do serviço público de saúde em 2014. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas, e analisados pela técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Da pergunta sobre o significado do aleitamento materno, resultaram quatro ideias centrais: previne doenças; promove saúde e crescimento da criança; desenvolve vínculo e amor e provoca desconfortos. As cinco ideias centrais sobre os motivos que as levaram a interromper a amamentação foram: culpa do bebê; leite secou; leite fraco; problemas nas mamas e retorno ao trabalho. Os resultados apontaram o significado da amamentação e os motivos da interrupção do aleitamento materno para as nutrizes e evidenciaram a importância da orientação e acompanhamento desde o pré-natal até a lactação na Rede de Atenção à Saúde.

Palavras-chave


Aleitamento materno; Assistência integral à saúde; Desmame.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v6i4.1692

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Taís Albano Hernandes, Alessandra Nikaido Fujinami, Enrique Caetano Raimundo, Cristina Peres Cardoso, Elza de Fátima Ribeiro Higa, Carlos Alberto Lazarini

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons