TORNAR-SE HOMEM, TORNAR-SE MULHER - RELATO DE CASO

Vera Lucia Soares Chvatal, Amilton dos Santos Junior, Marcelo Modesto Fagundes de Araujo, Egberto Ribeiro Turato

Resumo


Introdução: Visando promover o bem estar da população transexual, mundialmente há alterações nas recomendações de condutas clínicas.  Os critérios para os tratamentos visam minimizar os efeitos da Disforia de Gênero desta população resguardando-lhes o direito à dignidade humana, e devem ser adotados pelas condições de elegibilidade e de presteza; dentre eles, a complexa Cirurgia de transgenitalização. Objetivo: Discutir a atípica situação de sujeito transexual que não deseja passar pelo procedimento cirúrgico. Método: Emprego de entrevista qualitativa que visou estudar as relações dos significados atribuídos pelo sujeito da pesquisa. Resultados: Relato de Caso descritivo de sujeito que  se contrapõe a um dos elementos do diagnóstico psiquiátrico de transexualismo: atendendo aos critérios de elegibilidade à transgenitalização prefere conservar suas características físicas, mas mantém uma atitude positiva em relação ao seu corpo devido a eficiência de suas defesas psicológicas. Conclusão: Este caso nos convida a refletir que a mudança de sexo, apesar de aliviar a disforia de gênero, pode não ser suficiente como tratamento para o transexual. A recomendação do tratamento deve ir além da elegibilidade e deve avaliar o préstimo ofertado à qualidade de vida do sujeito dentro de novas perspectivas despatologizadas promovidas por entidades de cuidado humanitário na área da saúde. 

 

Introduction: Intending to promote the welfare of the transsexual population there are worldwide changes in clinical management recommendations. The criteria for treatments aim at minimizing the effects of Gender Dysphoria of this population safeguarding their right to human dignity and shall be adopted by the conditions of eligibility and readiness; the complex sex reassignment surgery is among these treatments. Objective: To discuss the atypical situation of a transsexual subject who does not want to go through the surgical procedure. Method: Use of qualitative interview aimed at studying the relationships of meanings attributed by the research subject. Results: Descriptive Case Report of atypical subject opposed to one of the elements of the psychiatric diagnosis of transsexualism: meeting the eligibility criteria for gender reassignment, prefers to keep its physical characteristics but maintains a positive attitude to the body due to its efficient psychological defenses. Conclusion: This case invites us to reflect that sex change, although alleviating gender dysphoria, may not be sufficient as a treatment for the transsexual. The treatment recommendation must go beyond the eligibility and must assess the benefit offered to the quality of life of the subject within unpathologized new perspectives promoted by humanitarian organizations in health care.

 

Palavras-chave


Cirurgia de Redesignação de sexo, Transexualismo, Disforia de gênero; Sex Reassignment Surgery (SRS), Transsexualism, Gender Dysphoria

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v6i4.1612

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Vera Lucia Soares Chvatal, Amilton dos Santos Junior, Marcelo Modesto Fagundes de Araujo, Egberto Ribeiro Turato

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons