DA SOCIEDADE DE CONSUMO AO SUJEITO CONSUMIDO

Marco Correa Leite

Resumo


Este artigo pretende discutir as relações humanas na contemporaneidade pela ótica psicanalítica, bem como as perspectivas de subjetivação dos indivíduos contemporâneos. Articula-se a visão de mundo e de homem a partir da psicanálise com pensadores e teóricos da sociedade para chegar ao ponto de compreender alguns motivos pelos quais os seres humanos têm se relacionado com o outro como objeto de consumo - mercadoria, e não como objeto no sentido de troca afetiva, tal qual compreendemos os vínculos afetivos a partir da psicanálise freudiana.


Palavras-chave


Psicanálise; Contemporaneidade; Consumismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v6i3.1440

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Marco Correa Leite

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons