Fluoretação da água de abastecimento público: uma revisão da literatura

Autores

  • Ângelo Adalberto Ferreira Jesus FACULDADE DE ODONTOLOGIA DA UFBA
  • Tatiana Frederico de Almeida UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SALVADOR-BA
  • Maria Cristina Teixeira Cangussu Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia
  • Maria Beatriz Barreto de Sousa Cabral Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia
  • Maria Isabel Pereira Vianna Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17267/2596-3368dentistry.v10i2.2470

Palavras-chave:

Fluoretação da água. Cárie dentária. Saúde bucal.

Resumo

INTRODUÇÃO: Os efeitos do flúor na prevenção da cárie dentária foram descobertos ainda na primeira metade do século XX. Atualmente a fluoretação da água de abastecimento público é uma das principais medidas para o controle da cárie em nível populacional. OBJETIVO: Este estudo tem como objetivo apresentar uma revisão da literatura narrativa sobre a fluoretação da água de abastecimento público e seu papel no controle e prevenção da cárie dentária em populações. MATERIAIS E MÉTODO: Para a realização desta revisão da literatura, foram pesquisados artigos científicos, teses e dissertações publicados nas bases de dados Scielo, LILACS, BBO e MEDLINE entre 2000 a 2018, em idioma português e inglês sobre a fluoretação da água de abastecimento, com foco no uso desta tecnologia no Brasil. Utilizou-se a combinação de palavras-chave: fluoretação da água, saúde bucal, cárie dentária e seus correspondentes em inglês: fluoridation of water, oral health, dental caries. RESULTADOS: A revisão da literatura baseou-se no desenvolvimento de aspectos importantes desta medida de saúde pública, tendo como foco o contexto brasileiro. Assim, foram elencados aspectos históricos a ela relacionados, assim como aspectos legais, técnicos, operacionais e éticos. Também foram evidenciados os principais mecanismos de ação do flúor no controle da cárie, relacionado sobretudo com o equilíbrio do processo de desmineralização-remineralização, e a efetividade da fluoretação da água neste controle verificada em estudos recentes. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A fluoretação da água de abastecimento público é uma tecnologia de saúde bucal coletiva simples, de baixo custo e com efetividade comprovada cientificamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ângelo Adalberto Ferreira Jesus, FACULDADE DE ODONTOLOGIA DA UFBA

Cirurgião-dentista pela Faculdade de Odontologia da UFBA

Tatiana Frederico de Almeida, UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SALVADOR-BA

Cirurgiã-dentista. Doutora em Saúde Pública. Cirurgiã-dentista da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador-BA e Profa. Adjunta da Faculdade de Odontologia da UFBA

Maria Cristina Teixeira Cangussu, Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia

Cirurgiã-dentista. Doutora em Saúde Pública.  Profa. Associada da Faculdade de Odontologia da UFBA

Maria Beatriz Barreto de Sousa Cabral, Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia

Cirurgiã-dentista. Doutora em Saúde Pública.  Profa. Associada da Faculdade de Odontologia da UFBA

Maria Isabel Pereira Vianna, Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia

Cirurgiã-dentista. Doutora em Saúde Pública.  Profa. Associada da Faculdade de Odontologia da UFBA

Downloads

Publicado

2019-11-20

Como Citar

Jesus, Ângelo A. F., de Almeida, T. F., Cangussu, M. C. T., Cabral, M. B. B. de S., & Vianna, M. I. P. (2019). Fluoretação da água de abastecimento público: uma revisão da literatura. Journal of Dentistry & Public Health (inactive / Archive Only), 10(2), 147–160. https://doi.org/10.17267/2596-3368dentistry.v10i2.2470

Edição

Seção

Revisões de Literatura