Acompanhamento clínico e radiográfico de dentes decíduos submetidos à pulpotomias com a pasta CTZ: relatos de casos

Autores

  • Joana Vitória Melo
  • Regina De Oliveira
  • Neusa Dantas-Neta
  • Éllen Maria De Andrade

DOI:

https://doi.org/10.17267/2596-3368dentistry.v9i3.1951

Palavras-chave:

Deciduous tooth, Pulpotomy, Endodontics.

Resumo

Objetivo: A técnica da pulpotomia em dentes decíduos utilizando a pasta CTZ (cloranfenicol, tetraciclina, óxido de zinco) é caracterizada por ser uma técnica de fácil execução, apresentando sucesso clínico considerável. O presente trabalho tem como objetivo relatar o acompanhamento clínico e radiográfico de dentes decíduos que foram submetidos à pulpotomia com a pasta CTZ em quatro pacientes. Descrição dos casos: O trabalho foi aprovado pelo CEP da DeVry | Facid (CAAE 57347016.5.0000.5211). Os responsáveis pelos participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Os participantes assinaram o Termo de Assentimento Livre e Esclarecido (TALE). As 3 crianças relatadas apresentaram pelo menos um dente decíduo tratado endodonticamente com a técnica do CTZ, com restauração em condições clínicas satisfatórias e radiografia de diagnóstico com imagens nítidas do dente que foi avaliado. Os aspectos relacionados aos dentes decíduos como, dor, abscesso, fístula, mobilidade e alteração na cor foram avaliados nos 3 casos. As radiografias do dente submetido à pulpotomia com CTZ após 1 mês foram comparadas com as radiografias de pré-operatório e pós-operatório para verificação de reabsorção óssea e reabsorção radicular interna e/ou externa. Foi observado em todos os 3 dentes, alteração de cor da coroa e em apenas 1 elemento a presença de dor após sete dias. Radiograficamente, os dentes não apresentaram critérios de insucesso da pulpotomia, apresentando ausência de espessamento do ligamento periodontal e a presença de neoformação óssea. Conclusão: Pode-se concluir que a pulpotomia em dentes decíduos com polpa necrosada, utilizando como material a pasta CTZ, se mostrou efetiva nos três acompanhamentos relatados, após 30 dias de sua realização. Ao final do acompanhamento, os dentes não apresentaram fístula, abscesso, mobilidade dentária patológica, reabsorção óssea, reabsorção interna e/ou externa e houve regressão da lesão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-08-03

Como Citar

Melo, J. V., De Oliveira, R., Dantas-Neta, N., & De Andrade, Éllen M. (2018). Acompanhamento clínico e radiográfico de dentes decíduos submetidos à pulpotomias com a pasta CTZ: relatos de casos. Journal of Dentistry & Public Health (inactive / Archive Only), 9(3), 205–213. https://doi.org/10.17267/2596-3368dentistry.v9i3.1951

Edição

Seção

Casos Clínicos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)