HORTICULTURA COMO TECNOLOGIA DE SAÚDE MENTAL

Thaís Sampaio de Souza, Marlene Barreto Santos Miranda

Resumo


As mudanças no tratamento dos portadores de transtornos mentais, decorrentes das lutas pela Reforma Psiquiátrica, trouxeram novas formas de assistência e cuidado. Estas estão cada vez mais centradas no sujeito, na busca pela sua autonomia e cidadania. Este artigo objetiva realçar os benefícios e potencialidades da Horticultura como prática complementar na reinserção social de portadores de transtornos mentais, através de um estado da arte que reúne 15 artigos de projetos executados nesta área, datados de 2006-2015. Após mapear as práticas de horticultura terapia no Brasil, este breve estudo permitiu inferir que estas promovem benefícios biopsicossociais que podem ser utilizados por diversos tipos de serviços de saúde.


Palavras-chave


Saúde Mental; Medicina Alternativa; Reabilitação Psicossocial; Terapia Ocupacional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v6i4.1662

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Thaís Sampaio de Souza, Marlene Barreto Santos Miranda

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons