Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Psicologia, Diversidade e Saúde (RPDS) é um periódico eletrônico de publicação quadrimestral publicado pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. 

A revista reúne textos originais, em língua portuguesa, inglesa e espanhola, no formato de relato de pesquisa empírica, estudos teóricos, relatos de experiência, com ênfase em métodos qualitativos. A missão da RPDS é assim fomentar o desenvolvimento da diversidade identitária da psicologia como profissão de saúde, a partir da pluralidade teórica, de campos de atuação, processos formativos e de trabalho. Considera suas interfaces com a saúde e as políticas públicas, promovendo o desenvolvimento científico na perspectiva do compromisso social, dos direitos humanos e da diversidade.

Na cobertura temática codificada do CNPQ é identificada por 7.07.00.00-1 Psicologia.

Atualizado em 13/12/2018

 

Políticas de Seção

Artigos Originais

Relatos de pesquisa baseados em dados empíricos. Devem conter introdução, método, resultados, discussão e considerações finais. As investigações devem estar de acordo com normas nacionais e internacionais de ética em pesquisa. As pesquisas com seres humanos demandam a apresentação do número do cadastro do projeto na Plataforma Brasil e seu respectivo parecer com data de aprovação do Conselho de Ética em Pesquisa da instituição de origem da pesquisa (CEP e CAAE). Devem ser enviados, sempre que solicitados pelos editores, os Termos de Autorização para Uso de Imagem e Voz, de Consentimento Livre Esclarecido, e/ou de Assentimento quando necessários ao desenho de estudo.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relatos de Experiência

Relatos de experiência relacionados à intervenção profissional, de interesse e relevância científica e social para as diferentes áreas do conhecimento. Seus resultados devem contribuir para a melhoria de práticas profissionais e formativas em Psicologia, Saúde e Educação. E sua apresentação deve contemplar sólido lastro metodológico e consistente discussão teórica.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Revisões Sistemáticas ou Integrativas

Estudos que envolvem síntese de resultados de estudos originais, quantitativos ou qualitativos, respondendo a alguma pergunta específica e de relevância para a área da Psicologia e suas interfaces. Demanda a descrição do processo de pesquisa dos estudos originais, critérios utilizados para seleção daqueles que foram incluídos na revisão e os procedimentos empregados na síntese dos resultados obtidos pelos estudos revisados.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Estudos Teóricos

Revisão crítica da literatura sobre temas pertinentes à Psicologia e suas interfaces, especialmente no contexto da diversidade e da saúde. Estudos que proporcionem questionamento de modelos existentes e elaboração de hipóteses para futuras pesquisas. Os autores devem integrar e avaliar material previamente publicado, considerando o progresso da pesquisa e buscando clarificar um problema específico. Para tanto, devem contemplar relações, contradições, lacunas e/ou inconsistências na literatura e sugerir novos rumos de investigação para a resolução dos problemas identificados. Os componentes do texto podem ser organizados de diversas maneiras, sendo valorizada a coerência do mesmo, mas preferencialmente devem estar organizados na lógica estrutural dos estudos empíricos (resumo, introdução, metodologia, revisão de literatura e considerações finais e referências). Os estudos de revisão devem contemplar o método de seleção dos artigos da forma mais explicita e reprodutível possível de forma a justificar o percurso analítico proposto.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensaios Teóricos

Tratam-se de exposições lógicas e reflexivas que contemplem uma argumentação, rigorosa de nível interpretativo. No ensaio, o autor tem liberdade de defender determinada posição sem que tenha que se apoiar no rigoroso e objetivo aparato de documentação empírica e bibliográfica. A submissão de artigos desta natureza é apenas por meio de convite dos editores a especialistas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O artigo passará por pelo menos 2 (dois) avaliadores ad hoc (double blind review), mantendo-se o sigilo da autoria aos avaliadores. Os resultados podem ser: a) aprovação para publicação conforme original apresentado; b) aprovação mediante diligência para publicação após procedidas as alterações solicitadas; c) recusa. O resultado da avaliação é sempre comunicado ao autor, com transcrição dos comentários feitos pelos avaliadores. Caso o autor acate as alterações sugeridas pelos avaliadores, o texto alterado será reencaminhado aos mesmos avaliadores para novo parecer.

 

Periodicidade

Quadrimestral (Março, Julho e Novembro), com artigos publicados em fluxo contínuo à medida em que são aceitos.

 

Política de Acesso Livre

A Revista Psicologia, Diversidade e Saúde não aplica taxas de submissão, publicação ou de qualquer outra natureza, sendo um veículo científico voltado exclusivamente para o avanço da ciência.

Ao submeterem um artigo, os autores se reconhecem como detentores dos direitos autorais sobre ele e autorizam o seu livre uso pelos leitores. O conteúdo publicado poderá ser, além de lido, baixado, copiado, distribuído e impresso.

Os autores retêm os direitos autorais, cedendo à Revista Psicologia, Diversidade e Saúde apenas o direito de primeira publicação.

A Revista Psicologia, Diversidade e Saúde adota a Licença Creative Commons de Atribuição, através da qual todos são livres para copiar e redistribuir o conteúdo publicado em qualquer meio ou formato, remixá-lo, transformá-lo e construir conhecimento a partir do supracitado conteúdo para qualquer finalidade, inclusive comercial. Aos utilizadores do conteúdo é requerido que, obrigatoriamente, se atribua crédito aos autores originais.

Recomendamos aos autores que realizem o depósito de seus artigos em repositórios institucionais na versão final publicada com o link para o seu artigo na Revista Psicologia, Diversidade e Saúde.

Artigos previamente submetidos em repositórios de pré-prints podem ser submetidos e serão considerados originais.

Atualizado 08/04/2019

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Detecção de Plágio e Autoarquivamento

Com o intuito de fazer cumprir as práticas mais éticas na publicação científica e prevenir infração de direitos autorais, os artigos recebidos são analisados através da ferramenta Similarity Check, alimentada pelo software iThenticate.

Os manuscritos analisados que apresentarem altas taxas de similaridade na redação dos segmentos introdução, discussão e resultados com conteúdo previamente publicado em veículos de comunicação científica que possuam ISSN e ISBN, sem as devidas citações e referências bibliográficas, serão rejeitados.

É importante esclarecer que o depósito em repositórios e servidores institucionais não caracteriza um autoplágio.  É autoplágio o conteúdo já publicado em periódicos com ISSN ou em livros com ISBN.  Conteúdos oriundos de pesquisas desenvolvidas nas instituições acadêmicas como tese, dissertação e TCC podem e devem ser republicados em periódicos ou em livros científicos.

Atualizado 16/03/2018

 

Índices e Catálogos

A RPDS foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Política de Versões e Retrações

Em caso de suspeita de má conduta, a situação será avaliada pelo conselho editorial da revista. A Revista Psicologia, Diversidade e Saúde seguirá as orientações do Committee on Publication Ethics para investigar as alegações.

Quando a retratação se fizer necessária, a revista seguirá as recomendações do ICMJE.

Correções de erros acidentais – sejam eles estatísticos, metodológicos ou de outra natureza – quando reportados pelos próprios autores serão publicados imediatamente.

Em ambos as situações, todas as versões serão mantidas online, propriamente identificadas como recomenda o ICMJE e com os respectivos links para versões anteriores e posteriores.

Atualizada em 21/02/2018.

 

Política de Autoria

Um autor de uma produção intelectual tem responsabilidade pública pelo conteúdo da publicação. É autor de um trabalho de pesquisa aquele que participou da concepção e do planejamento do projeto, que criou condições para seu desenvolvimento, que concorda com o texto e que é apto para defender a essência do texto perante a comunidade científica.

A autoria não é garantida pela participação em coleta de dados, em grupos e laboratórios de pesquisa, empréstimo de materiais e equipamentos e por análises estatísticas ou traduções. A essência de um artigo está na interpretação dos resultados, no discurso e nas conclusões que contribuem com o avanço científico.

Cada autor deve objetivamente declarar a sua contribuição na produção intelectual e os conflitos de interesse relacionados com o projeto de pesquisa. A RPDS adota as recomendações do ICMJE.

Atualizado 26/06/2018