Perfil epidemiológico e espacial dos casos novos de hanseníase notificados em Feira de Santana no período de 2005- 2015

Jucileide Moreira Alves, Roquenei da Purificação Rodrigues, Monalisa Cristiany Santos Carvalho

Resumo


INTRODUÇÃO: A Hanseníase é uma doença infectocontagiosa de evolução crônica causada pelo Mycrobacterim leprae e representa um problema de saúde pública. OBJETIVOS: Objetivou-se com este estudo, descrever o perfil epidemiológico e espacial dos casos novos de hanseníase, notificados no município de Feira de Santana – BA, no período de 2005 a 2015. MÉTODOS: Trata-se de um estudo epidemiológico, descritivo com abordagem quantitativa, em que os dados foram coletados do Sistema de informação de agravos de notificação. RESULTADOS: Entre os anos de 2005 -2015 foram notificados 1239 casos novos de hanseníase no município em questão. Destes casos, o maior número se deu entre os indivíduos do sexo masculino e entre os indivíduos pardos. A faixa etária de 35-49 anos e com baixa escolaridade, apresentaram a maior ocorrência da doença. Quanto à forma clínica, a dimorfa preponderou. E a maioria das pessoas não apresentou qualquer tipo de incapacidade relacionada à doença. A respeito da distribuição espacial da hanseníase, os bairros que apresentaram o maior número de casos foram: Tomba, Brasília, Calumbi, Gabriela, Campo Limpo, Mangabeira e os distritos rurais, foram Bonfim da Feira e Humildes. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A caracterização epidemiológica e a distribuição espacial dos dados,  torna-se importante para intensificação de estratégias de promoção e proteção à saúde, a fim de se reduzir a ocorrência da patologia.


Palavras-chave


Hanseníase, Incidência, Epidemiologia. Distribuição Espacial.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v11i2.3682

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Jucileide Moreira Alves, Roquenei da Purificação Rodrigues, Monalisa Cristiany Santos Carvalho

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons