Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Pesquisa em Fisioterapia (RPF), mantida pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, parte da série de periódicos do portal Bahiana Journals, é uma publicação eletrônica de acesso livre, trimestral, que reúne produções originais e inéditas resultantes de pesquisas científicas em fisioterapia.

Sua missão é contribuir com o avanço da profissão e da pesquisa científica em fisioterapia, no nível nacional e internacional, visando a uma prática clínica baseada em evidências, à acurácia do diagnóstico cinético-funcional, condutas custo-efetivas e ideias inovadoras para o desenvolvimento de técnicas, equipamentos, procedimentos e protocolos de intervenções. Nos contextos contemporâneos, a produção intelectual e os conteúdos científicos da RPF servem aos profissionais clínicos, aos usuários dos serviços, aos gestores, aos membros da academia e dos órgãos reguladores de ciência e tecnologia. Comprometida com os princípios da ética e da integridade científica, se propõe a garantir transparência e qualidade das informações publicadas e a fortalecer as políticas da ciência aberta.

Atualizado 28/02/2018


 

Políticas de Seção

Artigos Originais

São considerados artigos originais aqueles que apresentam dados originais referentes a aspectos experimentais ou observacionais, inéditos, de pesquisa científica acerca de temas e assuntos da fisioterapia. Podem ser estudos de acurácia diagnóstica, observacionais transversais ou longitudinais, retrospectivos ou prospectivos, estudos pilotos, ensaios clínicos, validação de instrumentos, pesquisa qualitativa, estudos econômicos e de avaliação da qualidade da assistência em fisioterapia. Também são considerados originais estudos cientométricos e protocolos de estudo. Tamanho: 3000 palavras.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Estudos de Caso

Relatos de experiências que descrevam situações reais onde procedimentos e técnicas foram desenvolvidos como estratégias de pesquisa e incluam todas as seções de um ensaio clínico. Como possuem pouca possibilidade de extrapolação dos resultados, só são considerados para a publicação estudos de casos raros, observações inusitadas e/ou inovações tecnológicas. De acordo com normas nacionais e internacionais de ética em pesquisa, todos os estudos de caso precisarão incluir o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido assinado pelo(s) paciente(s), o número de autorização do Conselho de Ética em Pesquisa da instituição de origem da pesquisa e, quando aplicável, o termo de autorização para uso de imagem e voz para fins científicos também assinado pelo(s) paciente(s). Tamanho: 3000 palavras.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Revisões de Literatura

Estudos que realizam análise crítica e/ou síntese da literatura de tema relacionado à fisioterapia ou áreas afins. Só são aceitas revisões sistemáticas ou consensos que seguem as recomendações do PRISMA e do AGREE, respectivamente. Revisões narrativas, realizadas por autores de notório saber, com conteúdos relevantes e abrangentes, análise crítica do estado da arte de forma clara, objetiva e replicável, que apontem para o avanço da ciência ou para a aplicação clínica inovadora também são aceitos para compor exclusivamente o editorial. Tamanho: 3000 palavras.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Métodos & Protocolos

Esta seção publicará estudos realizados sem a utilização de dados primários de pesquisa de campo e sem revisões sistemáticas de literatura. São estudos relacionados ao referencial teórico que fundamentam as pesquisas científicas empíricas, envolvendo protocolos de pesquisa, desenvolvimento de métodos inovadores e de raciocínio clínico em fisioterapia. A fundamentação teórica, os princípios norteadores e os detalhes do planejamento metodológico devem ser apresentados com base em literatura pertinente, abrangente e atualizada de forma que o método possa ser perfeitamente reprodutível.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O artigo passará por pelo menos 2 (dois) avaliadores ad hoc (double blind review), mantendo-se o sigilo da autoria aos avaliadores. Os resultados podem ser: a) aprovação para publicação conforme original apresentado; b) aprovação mediante diligência para publicação após procedidas as alterações solicitadas; c) recusa. O resultado da avaliação é sempre comunicado ao autor, com transcrição dos comentários feitos pelos avaliadores. Caso o autor acate as alterações sugeridas pelos avaliadores, o texto alterado será reencaminhado aos mesmos avaliadores para novo parecer avaliadores para novo parecer e/ou para as editoras científicas para verificação final e parecer definitivo.

Os artigos podem ser submetidos em português ou inglês.  Uma vez aprovado, os autores devem proceder com a tradução para o outro idioma (inglês ou português). Os artigos são publicados nos dois idiomas.

Atualizado 28/02/2018

 

Periodicidade

Trimestral (Fevereiro, Maio, Agosto e Novembro), com artigos publicados em fluxo contínuo à medida em que são aceitos.

 

Política de Acesso Livre

A Revista Pesquisa em Fisioterapia não aplica taxas de submissão, publicação ou de qualquer outra natureza, sendo um veículo científico voltado para o avanço da ciência.

Ao submeter um artigo, o(a) autor(a) se reconhece como detentor(a) do direito autoral sobre ele e autoriza seu livre uso pelos leitores, podendo ser, além de lido, baixado, copiado, distribuído e impresso.

Atualizado 28/02/2018

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Detecção de Plágio e Autoarquivamento

Com o intuito de fazer cumprir as práticas mais éticas na publicação científica e prevenir infração de direitos autorais, os artigos recebidos são analisados através da ferramenta Similarity Check, alimentada pelo software iThenticate.

Os manuscritos analisados que apresentarem altas taxas de similaridade na redação dos segmentos introdução, discussão e resultados com conteúdo previamente publicado em veículos de comunicação científica que possuam ISSN e ISBN, sem as devidas citações e referências bibliográficas, serão rejeitados.

É importante esclarecer que o depósito em repositórios e servidores institucionais não caracteriza um autoplágio.  É autoplágio o conteúdo já publicado em periódicos com ISSN ou em livros com ISBN.  Conteúdos oriundos de pesquisas desenvolvidas nas instituições acadêmicas como tese, dissertação e TCC podem e devem ser republicados em periódicos ou em livros científicos.

Atualizado 28/02/2018

 

Índices e Catálogos

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 


                                     

 

Política de Autoria

Um autor de uma produção intelectual tem responsabilidade pública pelo conteúdo da publicação. É autor de um trabalho de pesquisa aquele que participou da concepção e do planejamento do projeto, que criou condições para seu desenvolvimento, que concorda com o texto e que é apto para defender a essência do texto perante a comunidade científica.

A autoria não é garantida pela participação em coleta de dados, em grupos e laboratórios de pesquisa, empréstimo de materiais e equipamentos e por análises estatísticas. A essência de um artigo está na interpretação dos resultados, no discurso e nas conclusões que contribuem com o avanço científico.

Cada autor deve objetivamente declarar a sua contribuição na produção intelectual e os conflitos de interesse relacionados com o projeto de pesquisa. A RPF adota as recomendações do ICMJE.

Atualizado 28/02/2018

 

Política de Versões e Retrações

Em caso de suspeita de má conduta, a situação será avaliada pelo conselho editorial da revista. A Revista Pesquisa em Fisioterapia seguirá as orientações do COPE para investigar as alegações.

Quando a retratação se fizer necessária, a revista seguirá as recomendações do ICMJE.

Correções de erros acidentais – sejam eles estatísticos, metodológicos ou de outra natureza – quando reportados pelos próprios autores serão publicados imediatamente.

Em ambos as situações, todas as versões serão mantidas online, propriamente identificadas como recomenda o ICMJE e com os respectivos links para versões anteriores e posteriores.

Atualizado 28/02/2018

 

Política de Tradução para o Inglês

Em caso de aceite da submissão, os autores são responsáveis pela tradução do manuscrito em sua versão final, incluindo biografias, lista de contribuições autorais, parágrafo acerca de possíveis conflitos de interesses e referências.

Atualizado 28/02/2018