Procedimentos invasivos em usuários em internação domiciliar

Thaís Marques Moura, Gilmara Ribeiro Santos Rodrigues, Victor Fernando Alves Neves, Gleide Regina de Sousa Almeida Oliveira

Resumo


OBJETIVO: Descrever os procedimentos invasivos predominantes nos usuários em internação domiciliar. MÉTODO: Estudo quantitativo descritivo retrospectivo a partir de um banco de dados de pacientes que estiveram internados em uma unidade privada de assistência domiciliar na cidade de Salvador, BA, Brasil. A amostra foi constituída de 110 prontuários. Para a coleta de dados foi utilizado um formulário com as seguintes variáveis: dados sociodemográficos, suporte terapêutico; suporte ventilatório e terapia nutricional. Os dados foram analisados em frequências absolutas e relativas. RESULTADOS: Observou-se a ocorrência de 152 procedimentos invasivos nos 110 pacientes. Dentre os suportes terapêuticos, predominou o cateter central de inserção periférica (92,0%), seguido do cateter venoso central (33,0%). Em relação ao suporte ventilatório, traqueostomia foi a mais frequente (25,0%), e quanto à terapia nutricional prevaleceu a gastrostomia (46,1%). Dentre os dispositivos de eliminação vesical, a sonda vesical de demora apresentou percentual de 10,5%. CONCLUSÃO: os procedimentos invasivos mais recorrentes nos pacientes na atenção domiciliar foram a PICC (Cateter Central de Inserção Periférica), a traqueostomia e a gastrostomia. Delimitar o perfil de procedimentos realizados na atenção domiciliar possibilita a construção de protocolos relacionados a estes procedimentos, criação de estratégias de cuidados no domicílio e de prevenção de eventos adversos e orientação dos pacientes e familiares/cuidadores.


Palavras-chave


Assistência Domiciliar. Serviços de Assistência Domiciliar. Desospitalização.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3378rec.v9i1.2812

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Thaís Marques Moura, Gilmara Ribeiro Santos Rodrigues, Victor Fernando Alves Neves, Gleide Regina de Sousa Almeida Oliveira

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

DOAJ          ROAD          FUNADESP                    

 

Revista Enfermagem Contemporânea | ISSN: 2317-3378

Site atualizado em 03/01/2020

Licença Creative Commons