COMPLICAÇÕES DECORRENTES DO TRATAMENTO DIALÍTICO: CONTRIBUIÇÃO DO ENFERMEIRO NO CUIDADO E EDUCAÇÃO AO PACIENTE

Heloisa Helena Lemos Horta, Mara Lisa Lopes

Resumo


A doença renal crônica (DRC) é a incapacidade dos rins eliminarem substâncias tóxicas e manter o equilíbrio hidroeletrolítico. O paciente com DRC vive grandes dificuldades durante o tratamento dialítico, especificamente a hemodiálise. Durante o período de tratamento ele enfrenta uma avalanche de mudanças em sua vida, psicológica, física, familiar e social. O objetivo deste estudo visa conhecer as complicações sofridas pelo paciente renal crônico submetido à terapia dialítica e as intervenções do enfermeiro no cuidado e educação desse cliente. O método utilizado trata-se de um estudo em língua portuguesa, de caráter exploratório, com pesquisa na base de dados Scielo, em livros na área de nefrologia, bem como pesquisa eletrônica na internet. A literatura aponta que os pacientes com DRC encontram dificuldades no tratamento dialítico como falta de conhecimento da doença e seus sintomas, desconhecimento do tratamento, vindo a ter reflexo no ambiente familiar, psicológico e social. Tais dificuldades podem mudar com a intervenção do enfermeiro por ser o profissional mais próximo e constante desse paciente, através de medidas educativas ao paciente e familiar.


Palavras-chave


Doença renal crônica; Hemodiálise; Educação em saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3378rec.v6i2.1457

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Heloisa Helena Lemos Horta, Mara Lisa Lopes

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

DOAJ          ROAD          FUNADESP                    

 

Revista Enfermagem Contemporânea | ISSN: 2317-3378

Site atualizado em 03/01/2020

Licença Creative Commons